quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Capacitação em Direitos Humanos e População LGBT



Em agosto, a Associação Homossexual de Ajuda Mútua, em parceria com o Núcleo de Diversidade Sexual da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social da Prefeitura Municipal de Uberlândia (NUDS/SEDEST) ministrou um curso de capacitação de 105 técnicos, chefes e demais servidores que trabalham diretamente com a população LGBT nas dependências de nove Centros de Referência de Assistência Social – CRAS, bem como na Plataforma da Cidadania, no Centro Administrativo de Uberlândia.
“Nosso objetivo é agregar conhecimento para prestarmos um serviço de qualidade e respeito aos cidadãos da nossa comunidade”, declarou o coodenador do NUDS, presidente honorário da Shama, Marcos André Martins, informando que o conteúdo do curso compreende as várias possibilidades da sexualidade humana e da diversidade sexual que precisa dos equipamentos públicos, para se enfrentar os problemas vivenciados atualmente no âmbito da oferta e procura de serviços públicos devido ao desconhecimento generalizado sobre a realidade LGBT.
Segundo Marcos Martins, os cursos deverão continuar, até porque ocorre alteração constante do quadro de técnicos e servidores nos Centros de Referência de Assistência Social. “Também queremos disponibilizar palestras sobre o tema para toda a população que frequenta e ou é atendida pelos CRAS para humanizar o ambiente, pois só assim haverá respeito às necessidades específicas de cada uma das sexualidades” pontuou Marcos.  A próxima etapa, segundo ele, será direcionada para as chefias e servidores de outros equipamentos vinculados a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho.
                                   
Entre 10 e 17% da população brasileira é LGBT
         Uberlândia tem entre 70 e 119.000

Segundo estudos do IBGE, o Brasil possui 34 milhões de homossexuais/transexuais. Isto representa 17% de 200 milhões de brasileiros. Esta é a primeira vez que o IBGE divulga estes dados, pois sempre omitiu a orientação sobre sexualidade diversificada, como é na realidade. Já o Ministério da Saúde, através da Coordenação de DST/AIDS divulga que os LGBT representam 10%, assim como divulga a ONU em relação à população mundial. Levando em consideração esta relação de porcentagem, na cidade de Uberlândia, teremos aproximadamente 70 mil pessoas homossexuais/transexuais.