segunda-feira, 23 de maio de 2016

GRUPO SHAMA E NUDS, CUMPREM AGENDA COM O SR. DOUGLAS MIRANDA DA SEDPAC – MG


No último dia 19/05, dirigentes e voluntários do Grupo Shama, e coordenação do Núcleo de Diversidade Sexual (Nuds), cumpriram agenda em Uberlândia, com o Sr. Douglas Miranda, coordenador de políticas de diversidade sexual, da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac).

No período da manhã, acompanhamos o coordenador da Sedpac, à uma visita técnica ao ambulatório de Travestis e Transexuais do HC/UFU, com ituito de conhecer in loco a funcionabilidade do mesmo. Na oportunidade, o médico Dr. Gustavo e a psicóloga Sra. Junia, profissionais que atendem no espaço, relataram as atividades desenvolvidas, bem como, as dificuldades e perspectivas do ambulatório.

Já no período da tarde, as atividades ocorreram na sala de eventos, do Hotal Comfort, onde aconteceu curso sobre Tráfico de Pessoas, Trabalho Escravo e Migração. O curso foi precedido de uma série de visitas a equipamentos públicos e organizações da região para divulgar o evento e a agenda de enfrentamento a violações de direitos humanos. 

Para o coordenador de Políticas de Diversidade Sexual da Sedpac, Douglas Miranda, que representou o subsecretário de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Leonardo Nader, a invisibilidade é uma das características do tráfico de pessoas. “Trata-se de um crime ainda pouco conhecido e frequentemente subnotificado, recorrentemente mascarado por outros delitos e violações de direitos. Por isso, a necessidade de intensificar a realização de capacitações e campanhas para o enfrentamento ao tráfico de pessoas”, afirmou Douglas. 

As ações fazem parte da Caravana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, que percorre mais quatro municípios mineiros em maio e junho. 

Após a conclusão das discussões da caravana, o coordenador da referida secretaria, Sr. Douglas Miranda, convidou os representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho, Marquim e Márcia Santana, representantes do Grupo Shama, Edmar Sierota e outros profissionais da referida ONG, além da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Uberlândia para uma reunião de informes em relação a consulta e chamada pública em relação a implantação de 5 Centro de Referência em Direitos Humanos e Cidadania sendo o Triângulo Norte contemplada com uma unidade.